Publicidade

loading...

A Arte da Topiaria

15:56:00





Muitas pessoas se perguntam o que é topiária? A topiária é a arte de esculpir arbustos, árvores e plantas com formas diversas e é muito antiga. É muito difícil determinar a data, pois esta arte já era encontrada em jardins japoneses do início da era Cristã, nos hispano-arábicos do século XII e durante a Renascença, nas vilas italianas, há quem diga que remonta ao antigo Egipto, embora tenham sido os romanos que a instituíram, difundiram e batizaram com o seu costume de criar pequenas paisagens ou lugares com arbustos (topos em latim significa "lugar"). 
Mas foi certamente o francês Le Nôtre, durante o século XVIII, quem desenvolveu técnicas primorosas de topiaria, elevando-a à condição de arte refinada. Considerado durante o Iluminismo o mestre do paisagismo, André Le Nôtre destacou-se, principalmente, pelas obras dos jardins de Versalles e da Cidade de Chantily, Porém, no período seguinte, denominado pelos preceitos românticos ingleses, esta prática encontrou detratores de peso e um deles foi Willian Robinson, que em 1870, escrevia tratados condenando a adoração deste estilo de jardins.Recentemente, a topiaria foi reincorporada em projetos norteados por modismos decorativos, não sendo encontrada em trabalhos com enfoque estético mais elaborado ou com preocupações ambientais. Esta prática é hoje adaptada em jardins de todo o mundo de modo mais ou menos criativo, mas o mais comum é verem-se formas geométricas, pessoas e animais. Com esculturas de 10cm à até 3 metros de altura, esta técnica esta muito difundida em todo o mundo, já que jardins e arte sempre estão bem próximos um do outro. Porém, na cidade de Columbus, nos EUA, existe uma verdadeira obra de arte. Num dos jardins da cidade foi criada uma réplica vegetal de um dos mais famosos quadros de sempre: Um domingo à tarde na Grande Jatte, do pintor francês Georges Seurat.






O projeto é da autoria de James T. Mason, um escultor local que planeou o local e concebeu e instalou as estruturas de metal onde crescem as plantas. A construção do conjunto iniciou-se em 1989 com a criação de um lago, representando o rio Sena, e das colinas que o rodeiam, replicando o local da ilha original. Posteriormente foram acrescentadas as figuras. Ao todo são cinquenta e quatro pessoas, oito barcos, três cães, um macaco e um gato, posicionados de acordo com o quadro de Seurat. Algo tão grandioso que atrai atenção de muitos visitantes, é incrível a perfeição deste trabalho e imaginem quanto tempo não foi necessário para dar este visual. Existem muitos outros lugares com belas topiarias como: Oxford na Inglaterra, Disneylândia no Estados Unidos, parque Phantasialand na Alemanha, e aqui no Brasil também há alguns lugares, como a praça central de Batatais, Montes Sião, Interior de São Paulo, e com certeza em muitas outras cidades no mundo todo.
Bem você deve ter notado armações de ferro neste projeto americano e deve se perguntar se todos são assim e como você pode fazer para ter em seu jardim uma escultura. Na verdade você pode usar a poda (para formar animais, paisagens, formas geométricas, etc) ou o direcionamento (educação) de galhos (para se formar um portal, por exemplo). No caso da poda geralmente se usa armações de arame galvanizado ou revestimento em telas, facilmente encontrados em lojas de material de construção, é feito inicialmente um esboço de arame com o formato de se quer adquirir e começa-se a podar a planta tendo a armação como base, indicando-se uma planta que suportem podas constantes. Não é fácil, somente com muita paciência e tempo para se modelar uma planta e formar tão belas figuras. Uma das espécies bem usadas em jardins comuns são os buxinhos, tuias e eugênias, notem que os jardineiros sempre os deixam redondinhos ou em formatos de parafuso, é comum também a poda de pingo de ouro em formas geométricas. As trepadeiras como a unha-de-gato e a primavera são muito usadas para se formar arcos devido sua facilidade para ser conduzidas por armações de ferro. E se você pensa que a topiaria é usada somente em ambientes externos se engana, por que é possível usar plantas de ambiente interno com esta técnica, inclusive em vasos. Mas na verdade o princípio é sempre o mesmo muita criatividade e amor pelas plantas e claro habilidade com as mãos, aliás você se lembra do filme "Edward mãos de tesoura", ele simplesmente transformava uma 'moitinha' em uma verdadeira obra de arte.





Postagens Relacionadas

0 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
blog search directory Diretório de Blogs Comentar/adicionar no Comentarium Home & Garden Blogs
Home & Garden online
20 Minutos
Follow me on App.net Review http://www.multiflorafernandopolis.blogspot.com on alexa.com GeraLinks - Agregador de links Ver! Follow on Bloglovin