Publicidade

loading...

Prova de Macheza

16:58:00


Lendo um jornal local (Tá na Mão) me chamou atenção este causo.
" Conta, o compadre Geraldo, que lá perto de sua "fazendinha" em Aparecida do Taboado (MS), ele tem um amigo fazendeirão, sujeito tão bão que só vendo, mas muito sistemático, podre de rico e afamado por toda região. O vizinho sujeito muito sério e da conversa curtinha, tem uma filha donzela, moça muito bonita e prendada. A menina sempre foi muito cortejada pela rapaziada da região, e ele decidiu que o cabloco pra casar com sua filha, além de trabalhador e honesto, tinha que passar por uma prova de macheza. A notícia correu sertão e muito peão se mostrou interessado no assunto. O fazendeiro, então, mandou matar meia duzia de bois, fez uma festa como nunca se viu nas redondezas. Logo no primeiro dia da festa, chamou todo o povo para a beira de uma lagoa que ficava bem pertinho da sede da fazenda, e explicou qual era o desafio para os pretendentes à mão de sua filha:
_ A coisa é bem simples. Nessa lagoa tenho uma criação de jacarés, piranhas e meia duzia de sucuris, tudo ainda fiotão. O caboclo que atravessar a tal lagoa à nado, casa hoje mesmo com minha filha. Eu já providenciei tudo direitinho, trouxe até o juiz de paz e o padre...
Os pretendentes se entreolharam, mas ninguém se aventurou à atravessar a lagoa. E o fazendeirão, para incentivar os candidatos à noivo, aumentou a oferta; além da mão da minha filha, também leva de dote, metade de minhas terras...
A oferta era tentadora, mas ninguém se animava. Meio injuriado, o pai da moça falou grosso; também leva metade de minha boiada!
Nem havia acabado de pronunciar a frase, e um peão grandão, com o chapelão na cabeça, pulou no lago com roupa e tudo... e saiu nadando ferozmente, dando sopapos nos jacarés, lutando que nem doido com as sucuris e a piranhada toda. Saiu do outro lado com a roupa toda rasgada, todo arranhado, todo ralado e cheio de marcas de dentadas...
Foi aquela festa, o povo gritando vivas, teve até queima de fogos, e o fazendeiro, feliz da vida, foi cumprimentar o bravo rapaz:
_Bão, então agora nós vamos fazer o casório. Hoje mesmo vou mandar marcar suas terras e separar sua parte da boiada...
E o bravo rapaz, muito, mas muito furioso, foi logo desconversando:
_ Não vai ter casório nenhum, não precisa marcar terras e nem separar boiada...
_ Uai rapaz, mas então, o que é que você quer?, perguntou o fazendeiro.
_ Eu só quero saber quem foi o filho da p*... que me jogou dentro da lagoa!


Postagens Relacionadas

1 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
blog search directory Diretório de Blogs Comentar/adicionar no Comentarium Home & Garden Blogs
Home & Garden online
20 Minutos
Follow me on App.net Review http://www.multiflorafernandopolis.blogspot.com on alexa.com GeraLinks - Agregador de links Ver! Follow on Bloglovin