Publicidade

loading...

Bolsa-de-pastor

14:38:00



NOME CIENTÍFICO
Capsella bursa-pastoris Moench.

FAMÍLIA BOTÂNICA
Brassicaceae.

SINONÍMIA
Erva-do-bom-pastor, panacéia.

HABITAT
Planta alóctone originária da Europa, crescendo espontaneamente em terrenos não áridos, em áreas agrícolas, jardins, terrenos baldios e a beira das estradas. É subespontânea no sul do Brasil. Ocorre até 2.300m de altitude.

FITOLOGIA
Planta herbácea, anual, de caule florífero ereto, crescendo de 30 a 40cm de altura. As folhas basais formam uma roseta, profundamente pinati-fendidas. As folhas do caule são alternas, pouco partidas, polimórficas, com as margens irregularmente serradas. As folhas caulinares são menores, ovadas ou linear-lanceoladas, sésseis, amplexicaules, de margem serrada. Inflorescência terminal ou axilar racemosa com numerosas flores brancas e pequenas. Fruto síliqua triangular. Sementes cilíndricas ou elipsóides, foscas, com sulcos longitudinais, amareladas a alaranjadas quando imaturas, castanhas a castanhas avermelhadas, quando maturas.

CLIMA
É de clima temperado e subtropical. Em regiões tropicais só ocorre em altitudes.

AGROLOGIA
·      Espaçamento: 0,3 x 0,2m.
·      Propagação: sementes. A germinação é facilitada pelo frio, presença de nitratos e luz. A temperatura de germinação deve ser menos de 15oC. Semear em bandejas de isopor contendo substrato organo-mineral.
·      Plantio: abril a maio.
·      Florescimento: final de inverno.
·      Colheita: junho a julho.
·      Produção de sementes: 4.000 a 4.500 sementes por planta.

PARTES UTILIZADAS
Planta inteira, exceto as raízes.

FITOQUÍMICA
Bursina, mirosina, saponosídeo, tanino, potássio, ácidos málico, acético, cítrico e fumárico, colina e tiramina.

PROPRIEDADES ETNOTERAPÊUTICAS
Esta planta é um poderoso adstringente, hemostática, antiescorbútica, antiemética, antiinflamatória, antiálgica, vulnerária, secante, anti-sifilítica, anti-hipotensora, antidisentérica, tônica e diurética.

INDICAÇÕES
Indicada para hemoptises, hemorragia nasal e uterina, dores, inflamações, ouvidos supurados, blenorragia, metrorragia, eczema, feridas, coceiras, dartros, úlceras, erupções, cancros, epistaxe, hematuria, edema nefrítico, cicluria e anúria.

FARMACOLOGIA
A ação anticancerígena da planta foi verificada em camundongos que receberam injeção  intraperitonial de 0,14g/kg/dia do extrato da planta. Observou-se uma inibição em 50 a 80% no crescimento das células tumorais de Ehrlich. A substância responsável pela inibição do tumor foi o ácido fumárico. O extrato aquoso da planta a 0,2%, administrado durante 258 dias, resultou numa completa inibição de hepatocarcinogênese em camundongos.

ATIVIDADE BIOLÓGICA
Os alcalóides e flavonóides existentes na planta apresentaram um elevado potencial antibiótico, com largo espectro antimicrobiano. Entre os alcalóides, destacam-se a iohimbina e a ergocristina, e  entre os flavonóides, a flavona diosmina.

FORMAS DE USO
·      30g de folhas por litro ou 50 a 90g/dia, em decocção.
·      Infusão: 20 a 30g de folhas para 1 litro de água.
·      Suco: tomado em jejum, 30g em um copo de água (blenorragia)
·      Cataplasma: planta fresca, contusa (áreas doloridas e inflamadas)
·      Gargarejos: 30g em 1 litro de água (afecções da garganta).

OUTRAS PROPRIEDADES
É hospedeira do parasita Cystopus candidus

Postagens Relacionadas

0 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
blog search directory Diretório de Blogs Comentar/adicionar no Comentarium Home & Garden Blogs
Home & Garden online
20 Minutos
Follow me on App.net Review http://www.multiflorafernandopolis.blogspot.com on alexa.com GeraLinks - Agregador de links Ver! Follow on Bloglovin