Publicidade

loading...

Veneno - 05 Plantas Perigosas

13:38:00



A lista de plantas que podem fazer mau para a saúde é grande e algumas podem inclusive levar a óbito, seja pelo contato da planta com a pele, inalação ou ingestão. Os efeitos de pessoa para pessoa, varia muito dependendo das condições físicas do individuo e pelo grau de contaminação da planta com a vitima, mas por regra, os mais afetados são as crianças e os pequenos animais domésticos, que se não socorridos a tempo podem falecer.
Dá para citar pelo menos uma dezena de plantas mortais, com toxinas venenosas que podem matar quem entrar em contato com elas, mas resolvi citar 5 plantas que podem causar perigo se cultivadas sem cuidados e atenção. 


1- Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia picta Schott)
Toxicina: o caule e as folhas têm cristais de oxalato de cálcio, substância que provoca inflamações na vitima.
Efeito: quando mastigada, a planta fere as mucosas da boca, faringe e cordas vocais. A inflamação causa inchaços que impedem a passagem do ar e podem levar à asfixia.
Tratamento: no hospital, a vítima recebe analgésicos contra a inflamação e passa por uma lavagem gástrica. Tomar leite e óleo de oliva também ajudam a eliminar a toxina.
É uma planta muito cultivada nos lares brasileiros pela fama de planta que espanta mau-olhado. Nos Estados Unidos, ela é conhecida como "cana de mudo", já que o inchaço impede a pessoa de falar até que a inflamação melhore.


2- Jequiriti (Abrus precatorius L.)
Toxicina: suas sementes vermelhas possuem uma substância chamada abrina, que mata a vitima quando mastigada.
Efeito: a abrina provoca a aglutinação das células vermelhas do sangue, formando coágulos e impedindo a circulação corpórea.
Tratamento: é preciso levar urgente a vítima para o hospital. Após o diagnóstico o salvamento inclui lavagem gástrica e remédios anticoagulantes.
Abundante nas regiões tropicais, o jequiriti ficou famoso por ser a "planta proibida" do filme A Lagoa Azul. Na produção cinematográfica, o casal apaixonado mastiga as sementes da planta e acabam morrendo.


3- Pinhão-de-purga (Jatropha curcas L.)
Toxicina: possui uma substância chamada ricina nas sementes.
Efeito: causa aglutinação das hemáceas e dificuldade de circulação do sangue. A ingestão de apenas quatro ou mais sementes de pinhão-de-purga já pode causar a morte.
Tratamento: a vítima deve ir direto para o hospital. Depois de passar por uma lavagem gástrica, é preciso evitar a desidratação com soro.
Considerada uma planta invasora, o pinhão-de-purga ocorre como praga em pastagens e lavouras nas zonas rurais. Como ela não é muito comum nas grandes cidades, há menos registros de acidentes com esta espécie.


4- Mamona (Ricinus communis L.)
Toxicina: esta espécie também possui a substância ricina, que pode ser letal quando ingerida.
Efeito: assim como a abrina, a ricina causa coágulos sanguíneos. Há casos de morte de crianças que ingeriram uma única semente, e de adultos que comeram duas delas. Em casos menos graves, a toxina ocasiona queimação na garganta, vômitos intensos, taquicardia e diarreia
Tratamento: internação imediata, com lavagem gástrica e anticoagulantes
O trocadilho mamonas assassinas neste caso é inevitável, mas o fato é que esta aparente inofensiva espécie originária da Ásia meridional pode mesmo matar. Crescendo até mesmo em terrenos baldios, esta espécie consegue atrair a atenção das crianças por causa de sua forma arredondada, ideal para brincar, mas uma simples dentada pode causar vômitos e diarreia.



5- Mandioca-brava (Manihot utilissima Pohl)
Toxicina: em suas raízes e suas folhas encontra-se a linamarina, uma substância tóxica que pode matar quem ingerir a planta.
Efeito: nas intoxicações mais pesadas, a linamarina causa asfixia e convulsões, que se não forem tratadas podem ser fatais.
Tratamento: hospitalização e lavagem gástrica. Os principais remédios são antídotos específicos, como o nitrito de amila.
Nativa do Brasil esta espécie é venenosa quando crua. Mas, ao ser cozida, sua substância tóxica se torna sem efeito. Hoje em dia, já dá para encontrar no mercado exemplares geneticamente modificados, que não têm a mesma toxidade da espécie encontrada na Natureza.

Postagens Relacionadas

0 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
blog search directory Diretório de Blogs Comentar/adicionar no Comentarium Home & Garden Blogs
Home & Garden online
20 Minutos
Follow me on App.net Review http://www.multiflorafernandopolis.blogspot.com on alexa.com GeraLinks - Agregador de links Ver! Follow on Bloglovin