Publicidade

loading...

Paisagismo em Lagos Artificiais

08:25:00



Muitas pessoas procuram saber a forma correta de fazer o paisagismo em lagos artificiais. Bem na verdade o conceito é agradar os olhos e a cima de tudo oferecer condições agradáveis aos peixes que habitam o lago, criando um ecossistema que favoreça a procriação e seu bem estar.
A princípio a prioridade é o bem estar dos peixes no lago, afinal alguns deles se alimentam de plantas e outros não, daí analisa-se os demais aspectos gerais, como luminosidade por exemplo. Em tese aconselha-se espécies que gostem de terreno encharcado e úmido, mas nada impede de se usar outras que agradem o cliente, afinal algumas espécies podem ser cultivadas ao entorno do lago ou em recipientes onde as condições de cultivo podem ser controladas. Em tese as melhores opções devem ser as plantas que fiquem em harmonia com o seu jardim, com o próprio lago e com sua residência, formando um conjunto que agrade os olhos. Outro fator importante antes de indicar uma planta é analisar o espaço disponível, já que todo o conjunto deve ficar bem ornamental, evitando-se o cultivo de árvores que possam causar problemas ao ecossistema que se pretende montar. Procura-se nestes casos tentar imitar ao máximo a natureza, mesmo assim é cada vez mais frequente o uso de espécies de plantas da "moda".
No caso de carpas e kinguios não é aconselhável utilizar plantas submersas, já que determinadas espécies podem comprometer o bem estar dos peixes e também por serem tóxicas.
Mais utilizadas em aquários do que em lagos, as plantas submersas como a Elódea, a Valisnéria e a Cabomba não são facilmente visíveis quando se observa o lago, razão pela qual, não se costuma introduzi-las. No entanto elas são muito importantes para oxigenação da água do lago, mantendo algas e microrganismo nocivos afastados.
O cultivo de Palmeiras, Bananeiras ornamentais, Moréias, Bambu-mirim, Fórmio, Aves-do-paraíso e Orquídeas-bambu são aconselháveis para lagos em locais ensolarados e no caso de locais sombreados ficam bem a Palmeira-ráfia, Chamaedorea, Lírios-da-paz, Samambaias, Beijos, entre outras.
Muitas trepadeiras também são boas opções para lagos em locais de sombreamento. Elas podem ser mantidas em pérgolas, caramanchões e suportes naturais.
Ao cultivar árvores próximas ao lago fique atento a suas raízes para que não danifiquem a estrutura do mesmo, já que muitas delas tendem em procurar água através de suas raízes (Chorão, por exemplo) e outras possuem raízes superficiais e agressivas (Tipuana, Fícus, Flamboiã, etc). Outro fator é o descarte de folhas no lago que pode comprometer toda a qualidade da água, além de entupir as bombas que movimentam e oxigenam a água.  
Entre tantas opções de plantas geralmente são muito cultivadas em lagos a Sombrinha chinesa, o Papirus-gigante, Papirus-anão, a Cavalinha, Junco, Lírio do brejo, Taboa, Copo-de-leite, entre outras.
As Anúbias, Eleocáris, Lírio-da-paz, Singônio, Musgo-de-java e Samambaia-d’água preferem sombra ou meia sombra, aceitando a imersão parcial e até total por longos períodos de tempo, desde que cultivadas em solo rico e encharcado.

Postagens Relacionadas

4 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
blog search directory Diretório de Blogs Comentar/adicionar no Comentarium Home & Garden Blogs
Home & Garden online
20 Minutos
Follow me on App.net Review http://www.multiflorafernandopolis.blogspot.com on alexa.com GeraLinks - Agregador de links Ver! Follow on Bloglovin