Publicidade

loading...

Gaura

17:26:00


A Gaura é fantástica! Essa expressão é muito usada por quem a vê pela primeira vez plantada num gramado bem cuidado. Essa herbácea originária dos Estados Unidos, é popularmente conhecida como butterfly bush (moita borboleta) e conquista a todos com sua beleza única. Sua forma arredondada com 1 mt de diâmetro e até um 1,20 mt de altura em média, não passa desapercebida no jardim, dotada de flores formadas por quatro pétalas que são distribuídas na mesma disposição das asas das borboletas, esta bela espécie consegue criar um visual inusitado, para quem observa de longe o efeito é de quem dezenas de borboletas pairam por sobre a touceira plantada, esse efeito  lhe conferiu o nome popular de planta das borboletas, por dar a impressão de que existem borboletas voando em seu jardim.
O efeito visual melhora mais ainda o aspecto do jardim por causa das cores das flores, que surgem rosas e com o passar do tempo ficam brancas, variando de tom com o passar do tempo, reafirmando a idéia de se ter uma revoada de borboletas em seu jardim e o melhor de tudo é que por estas características ela realmente atrai borboletas para seu jardim. As flores são pequeninas, em média 2,5cm de diâmetro se reunindo em inflorescências de 20cm à 60cm de comprimento que surgem no final da primavera e durante todo o verão.
Ao final da florada a gaura ainda mantém sua beleza, suas folhas levemente dentadas de 2,5cm à 8cm de comprimento ajudam a formar uma bela e densa touceira. O gênero da gaura é grande, são mais de 20 espécies, entre anuais e bianuais, conferindo significativas diferenças em suas folhas que podem ser dentadas e até ovais, em comum o gosto por solos úmidos dos campos da América do Norte.
Imagine cultivar sua gaura num vaso ornamental, seria como ter borboletas em sua casa, o uso de floreiras também é bem indicada, desde que tenha espaço suficiente para o desenvolvimento da planta, ela também é indicada para bordar caminhos, para compor canteiros isolada ou em conjunto com demais espécies, pelo fato das disposições de folhas e flores, com o vento a gaura oferece movimento ao jardim, dando mais vida aos ambientes, deve ser usada quando a intenção é criar ambientes de descanso e contemplação.
Para decorar ambientes internos a gaura é usada em forma de arranjos florais criados a partir de suas hastes, derivada da palavra grega Gauros que significa excelente, a gaura lindheimeri também rende uma homenagem ao pai da botânica do Texas, Ferdinand Lindheimer (1801-1879), grande amigo de Charles Darwin, criador da Teoria da Evolução.
Cultivar a gaura é fácil, afinal é bem rústica quando plantada em regiões de clima subtropical, o solo pode ser preparado com partes iguais de terra vegetal, areia e húmus de minhoca, na falta deste pode se utilizar o esterco de curral bem curtido, portanto o solo deve ser bem drenado e rico em matéria orgânica.
O segredo da grande quantidade de flores é o sol pleno, pois quando cultivada em meia sombra a quantidade de flores cai substancialmente, as regas devem ser diárias quando plantadas para um maior desenvolvimento da planta, portanto mantenha o solo úmido, mas não encharcado o que evita o aparecimento de fungos e com o crescimento da planta a quantidade de regas devem ficar mais espaçadas, em torno de 3 a 4 vezes por semana.
No caso de surgimento de fungos por causa de encharcamento do solo, as partes mais afetadas são folhas que ficam todas manchadas e o apodrecimento das raízes, para dar mais força para a gaura faça adubações de três em três meses, outra forma é fazer a poda da folhagem para estimular a florada, logo após o inverno e cerca de 1/3 da planta deve ser podada.
A multiplicação da gaura é simples, através da divisão de touceiras ou por sementes.
Leve as borboletas para sua casa e ofereça vida ao seu ambiente contemplativo.




Nome Científico: Gaura lindheimeri
Nomes Populares: gaura (Brasil), butterfly bush (Estados Unidos)
Família: onagráceas
Solo: rico em matéria orgânica e bem drenado
Origem: Norte do México e Estados Unidos
Adubação: a cada 3 meses espalhar húmus de minhoca em torno da planta
Flores: 2,5cm de diâmetro, rosas e com o passar do tempo brancas
Folhas: forma de lanças de 2 à 8 cm de comprimento
Luminosidade: sol pleno e tolera meia-sombra
Regas: 3 a 4 vezes por semana
Multiplicação: divisão de touceiras ou através de sementes
Plantio: em vasos, floreiras ou canteiros


Postagens Relacionadas

2 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
blog search directory Diretório de Blogs Comentar/adicionar no Comentarium Home & Garden Blogs
Home & Garden online
20 Minutos
Follow me on App.net Review http://www.multiflorafernandopolis.blogspot.com on alexa.com GeraLinks - Agregador de links Ver! Follow on Bloglovin