Publicidade

loading...

Eithea blumenavia - Mini Amarílis

10:23:00



Nome Científico: Eithea blumenavia
Nome popular: mini-amarílis
Origem: Sudeste e parte do Sul do Brasil
Porte: até 30 cm de altura
Flores: brancas, mescladas de tonalidades rosa
Época Floração: Primavera e Verão
Folhas: verdes, bem ornamentais
Luminosidade: Meia-sombra
Solo: úmido, fértil, rico em matéria orgânica
Adubação: NPK 10-10-10 a cada 60 dias
Época de Plantio: Primavera, Verão e durante o ano todo em clima quente
Curiosidade: Em seu habitat natural, corre o risco de extinção



A Eithea blumenavia é uma linda espécie nativa do sul do Brasil mas que atualmente esta correndo o risco de extinção em seu habitat natural. A planta aprecia solos úmidos mas sem encharcamentos, atinge o porte de até 30 cm de altura e por isso ficou conhecida popularmente como mini-amarílis.
Seu cultivo é considerado fácil, desde que atenda as necessidades básicas da planta, suas flores cônicas encantam pela beleza e delicadeza, são brancas mescladas de tonalidades rosa pálido e suas folhas bem verdes são muito ornamentais.
A Mini-amarílis deve ser cultivada em meia-sombra, com solo fértil e rico em matéria orgânica, necessitando de adubação a cada 60 ou 90 dias para estimular a floração e o vigor da planta.
Pode ser cultivada em vasos ou floreiras com espaçamento de 15 cm de diâmetro, já para plantio em jardins, respeitar o espaçamento de 25 cm entre os bulbos, sempre mantendo a ponta do bulbo para fora da terra.
O Mini-amirílis é capaz de atrair borboletas para seu jardim e também é muito utilizado como flor de corte.
A Eithea blumenavia possui alguns sinônimos botânicos: Amaryllis blumenavia (K.Koch & C.D.Bouché ex Carrière) Traub (synonym); Amaryllis iguapensis (R.Wagner) Traub & Uphof; Griffinia blumenavia K.Koch & C.D.Bouché ex Carrière; Hippeastrum blumenavia (K.Koch & C.D.Bouché ex Carrière) e Hippeastrum iguapense R.Wagner.
Foi descoberta em 1951 pelo americano Mulford B. Foster (1888-1978), botânico norte-americano, especialista em bromeliáceas e outras plantas tropicais,em sua segunda passagem pelo Brasil.
Foster destacou seu encontro com a espécie na publicação do artigo "Coletando Amarilidáceas na América Latina” ou “Collecting Amaryllids in Latin America" (Plant Life 7, 1951, page 17):

 "Desta vez eu fui ao estado de Santa Catarina e não muito longe de Blumenau eu fui gratificado com o encontro da bela Amaryllis blumenavia(2). Anos atrás, ela foi classificada como Griffinia(3). Ela pode ser encontrada tanto nas áreas mais úmidas como nas bordas da mata. Mas é evidente que ela prefere as condições de umidade. Com uma umbela de 6 a 8 flores brancas, mescladas de rosa-pálido, esta alegre Amaryllis certamente irá para nossas coleções. Trata-se de uma planta pequena, com 6 a 9 polegadas de altura...".








Postagens Relacionadas

0 comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
blog search directory Diretório de Blogs Comentar/adicionar no Comentarium Home & Garden Blogs
Home & Garden online
20 Minutos
Follow me on App.net Review http://www.multiflorafernandopolis.blogspot.com on alexa.com GeraLinks - Agregador de links Ver! Follow on Bloglovin